Tim Maia canta: Sossego

por Memória Sindical. 24 maio 2019 . 15:24

Por que uns nascem para trabalhar e outros não? Destino? Sina? Ou um sistema explorador que separa as pessoas em classes sociais?
Não! Não! O poeta não entra nessa discussão. Mas o que ele quer é sossego! Não o amole com esse papo de emprego!

Sossego

(Luiz Wanderley e João do Vale/1978)

Intérprete: Tim Maia

Ora bolas, não me amole
Com esse papo, de emprego

Não está vendo, não estou nessa
O que eu quero?
Sossego, eu quero sossego

(Refrão)
O que eu quero? Sossego (4x)

Ora bolas, não me amole
Com esse papo, de emprego

Não está vendo, não estou nessa
O que eu quero?
Sossego

(Refrão)
O que eu quero? Sossego (19x)

 

Comentários



ÚLTIMAS DE

Música e Trabalho

Depoimento de Newton Candido

Histórias de Vida

Newton Candido foi diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Caetano e assessor do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo. Realizado em 15/04/1989 por...

VER MATÉRIA

Transcrição da entrevista com Joaquim dos Santos Andrade no Roda Viva

Histórias de Vida

VER MATÉRIA

Sindicato dos Professores de São Paulo promove debate e exposição sobre a Revolução Russa

Cultura

Acontecimento de importância decisiva no mundo contemporâneo, a Revolução Russa construiu e destruiu utopias e mudou as referências políticas e ideológicas da nossa era. Sua...

VER MATÉRIA

Vote pra valer! Não desperdice o seu direito conquistado

Apostilas de Formação

A descrença com a política é compreensível frente à flagrantes de corrupção, de mau uso do patrimônio público e da precária oferta de serviços e...

VER MATÉRIA

Visão geral do acervo

Arquivo

Centro de Memória Sindical – Arranjo do Acervo

VER MATÉRIA

Música e Trabalho

PLAYLIST SPOTIFY MEMÓRIA SINDICAL