Música e Trabalho

Cássia Eller canta: Queremos Saber

O poeta faz perguntas simples sobre o caminho da humanidade: as conquistas serão para todos? Quem decide o futuro? Queremos saber. Isso tudo na época da ditadura. Letra simples com...

Aloisio Gomes  canta: Tudo é Baiano

O êxodo nordestino foi um processo migratório secular de populações oriundas da região nordeste para outras partes do Brasil, em especial o centro-sul, que exerceu grande relevância na mobilidade do...

Zeca Baleiro canta: Eu Despedi O Meu Patrão

A música brinca com os conceitos marxistas de “mais valia” e “valor de troca”. Segundo Karl Marx o conceito de troca entre mercadorias, consiste em o trabalhador vender sua força...

Cyro Monteiro canta: O Bonde de São Januário

Em 1937 o presidente Getúlio Vargas Vargas baixou um decreto (que dura até hoje) obrigando os enredos de Escolas de Samba a só falar de temas “históricos e patrióticos”. As...

Elis Regina canta: Morro Velho

Elis Regina interpreta música de Milton Nascimento que retrata caminhos diferentes na vida de duas crianças, uma negra e outra branca, que moram na mesma fazenda. Morro Velho conquistou o...

Os Saltimbancos canta: Todos Juntos

O musical Os Saltimbancos adaptado por Sergio Bardotti do conto Os Músicos de Bremen dos Irmãos Grimm e que teve uma montagem histórica no teatro Canecão, RJ, em 1977 com...

Beth Carvalho canta: Onde está a honestidade?

O poeta Noel Rosa já observava, em sua época, a incoerência entre as origens, o discurso e o modo de vida de certos políticos corrompidos e deslumbrados pelo poder. E...

Martinho da Vila canta: O Pequeno Burguês

Nos primeiros versos, o poeta Martinho da Vila já denuncia: as universidades públicas eram para os brancos e ricos, prejudicando o direito de igualdade e de oportunidades em nosso país....

Tim Maia canta: Sossego

Por que uns nascem para trabalhar e outros não? Destino? Sina? Ou um sistema explorador que separa as pessoas em classes sociais? Não! Não! O poeta não entra nessa discussão....

Jorge Ben Jor canta : Zumbí

  Zumbi dos Palmares foi um líder quilombola brasileiro. Um dos pioneiros na luta contra a escravidão na América. O último dos líderes do Quilombo dos Palmares, o maior dos...

Paulinho da Viola canta: Que Trabalho é Esse?

Esta música fala sobre a desvalorização do trabalho. Trabalho pesado: “carregar pedra”; exploração da mão de obra: “o serviço não está rendendo”; e baixa remuneração: “Trabalhar por tão pouco dinheiro”.

Baby Consuelo canta: Todo Dia Era Dia de Índio

Falar em dia do índio é uma ironia. A música de Jorge Ben não é uma homenagem ao povo indígena.

Tião Carreiro e Pardinho cantam: O patrão e o empregado

Assim como, em nosso imaginário, a vida no campo é associada a uma vida regida pelas leis da natureza, onde a natureza é divina e não um complexo físico e...

Adoniran Barbosa canta: Torresmo à Milanesa

  Além de cantar São Paulo, assim como na maioria de suas composições, Adoniran traz, em Torresmo à Milanesa, uma das características mais marcantes de sua obra: rir da própria...

Roberto Carlos canta: Debaixo dos Caracóis dos Seus Cabelos

  Quando estava, em Londres, para onde foi deportado em 1969 pela Ditadura Militar, Caetano Veloso recebeu a visita de Roberto Carlos, que cantou As curvas da estrada de Santos...

Gonzaguinha canta: É

Esta música é um grito pela dignidade do povo brasileiro. Um apelo pelo respeito ao país e seus cidadãos. O poeta exalta a vida como deveria ser, com alegria, liberdade,...

Fernanda Takai canta: Com açúcar com afeto

Com açúcar, com afeto é uma canção do compositor brasileiro Chico Buarque (1966), feita por encomenda de Nara Leão que “…queria uma música que falasse dessas ternuras de mulher.”

Chico Cesar canta: Mama África

Mulher, negra, mãe solteira, pobre, essa é a Mama África de Chico Cézar, uma pessoa forte!

Jorge Ben canta: Homem de Negócios; música

O típico homem de negócios, descrito por Jorge Ben, é o Yuppie que se consagrou na década de 1980, como uma espécie de “efeito rebote” do comportamento da juventude militante,...

Djavan canta: É hora

    É hora (Composição: Djavan/1977) Intérprete: Djavan

Alceu Valença canta: Desprezo

Versos que nos provocam a refletir sobre nossa vida, o meio ambiente e o sistema de produção, em uma linguagem simples e direta.