Belchior canta: Depois das seis

16 jun 2020 . 15:53

Depois Das Seis

(Composição: Belchior/1980)
Intérprete: Belchior

Quando a fábrica apitou e o trabalho terminou,
todo mundo se mandou,
sem desejos de voltar.
Como o mar não tá pra peixe,
ai, mulata, não nega teu cabelo.
E, aproveitando esta deixa,
vem viver, me comer, vem me dar,
renascer, descansar.

O sol posto
enxuga o suor do meu rosto,
que eu não sou cativo por gosto:
estou vivo e berrando da geral.
E a moçada é quem faz de fato a festa,
em cidade como esta,
onde ser gente é imoral.
– Conheço a lua
e não conheço o meu quintal.
– A culpa é tua.
Eu cantei todo esse mal.

Quando a fábrica apitou e o trabalho terminou,
todo mundo se mandou,
sem desejos de voltar.
Como o mar não tá pra peixe,
ai, mulata, não nega teu cabelo.
E, aproveitando esta deixa,
vem viver, me comer, vem me dar,
renascer, descansar.

Eu… A andorinha
contou que, sozinha,
canta, mas não faz verão.
Tem boi na linha.
É o mesmo trem, a mesma estação.
Resumindo:
-Até logo, eu vou indo.
Que é que estou fazendo aqui?
Quero outro jogo,
que este é fogo de engolir.

Comentários



ÚLTIMAS DE

Música e Trabalho

Visão geral do acervo

Arquivo

Centro de Memória Sindical – Arranjo do Acervo

VER MATÉRIA

Arquivo – Sindicatos

Arquivo

Catálogo de coleções de sindicatos, acondicionadas em caixas contendo documentos em papel de variadas tipologias. Documentos de datas esparsas entre as décadas de 1930 e...

VER MATÉRIA

Fotos históricas

Documentos Históricos

  As fotos estão em ordem cronológica Remo Forli e Conrado Del Papa, no lançamento da pedra fundamental da sub-sede de Osasco do Sindicato dos Metalúrgicos...

VER MATÉRIA

Jornais

Arquivoc

Catálogo de coleções de jornais. Jornais de datas esparsas entre as décadas de 1920 e 2010. Acondicionamento em pastas.

VER MATÉRIA

Música e Trabalho

PLAYLIST SPOTIFY MEMÓRIA SINDICAL

Show Buttons
Hide Buttons