Aos 44 anos o album Never Mind the Bollocks, Here’s the Sex Pistols é um marco da música e da juventude operária

28 out 2021 . 16:02

No dia 28 de outubro de 2021 completa-se 44 anos do lançamento do primeiro álbum da banda Sex Pistols, “Never Mind the Bollocks, Here’s the Sex Pistols”. A banda durou pouco tempo, se dissolveu em 1978. Eles, entretanto, exerceram grande influência na música e no comportamento da juventude, sobretudo da juventude operária, nas gerações subsequentes.

Anarchy in the UK, o maior sucesso do álbum, tornou-se hino dos punks, traduzindo em sua letra os ideais do movimento. A desconstrução dos acordes e dos versos harmônicos de estilos musicais tradicionais expressam a ideia de destruição. Mas a que se refere esta destruição?

Refere-se ao tradicionalismo da sociedade inglesa, com sua monarquia anacrônica e seu capitalismo excludente. Rebeldia em estado puro o movimento punk nasceu na década de 1970 no bojo das contradições da relação capital versus trabalho, em um contexto de precarização e desemprego na Inglaterra, berço do mundo industrial.

Os punks, jovens proletários, canalizaram em sua aparência e em suas atitudes, a revolta contra o capitalismo inglês que marginalizou em massa famílias de operários como eles, em um processo de fechamento de grandes fábricas. Com isso eles refletiram a falta de perspectiva para a juventude dentro daquele sistema.

Revelado na cultura, sobretudo na música e na moda, o punk, mais do que um modismo, se consolidou como uma expressão política com densa carga ideológica que resgata ideais anarquistas do início do século 20 através de lemas como: “faça você mesmo” e “do caos se faz a ordem”. Não à toa a música se chama “Anarquia no Reino Unido”. Ideologia controversa e polêmica, mas que colocou no centro do debate uma situação social que atingia a juventude.

Anarchy In The U.K.

Anarquia no Reino Unido (Tradução Abaixo)

(Composição: Glen Matlock / Johnny Rotten / Paul Cook / Steve Jones/1975)

Intérprete: Sex Pistols

Right! NOW! Ha ha ha ha ha

I am an Antichrist

I am an anarchist

Don’t know what I want but

I know how to get it

I wanna destroy the passer by ‘cos I

I wanna be anarchy!

No dog’s body

Anarchy for the U.K

It’s coming sometime and maybe

I give a wrong time stop a traffic line

Your future dream is a shopping scheme ‘cos I

I wanna be anarchy!

In the city

How many ways to get what you want

I use the best I use the rest

I use the enemy I use anarchy ‘cos I

I wanna be anarchy!

The only way to be

Is this the MPLA

Or is this the UDA

Or is this the IRA

I thought it was the UK or just

Another country

Another council tenancy

I wanna be anarchy

And I wanna be anarchy

Oh what a name

I wanna be an anarchist

Get pissed! Destroy!

ANARQUIA NO REINO UNIDO

Agora mesmo! ha ha ha ha ha

Eu sou um anticristo

Eu sou um anarquista

Não sei o que eu quero

Mas sei como conseguir

Eu quero destruir transeuntes

Eu quero ser a Anarquia

Ninguém, cachorrada!

Anarquia para o Reino Unido

Virá em algum momento e talvez

Dei o tempo errado, parei o fluxo de trânsito

Seu sonho futuro é um esquema comercial, porque eu

Eu quero ser a Anarquia

na cidade!

Quantas formas existem para conseguir o que se quer?

Eu uso o melhor, eu uso o resto

Eu uso o inimigo, eu uso a Anarquia, porque eu

Eu quero ser a Anarquia

É a única maneira de ser

Isso é a M. P. L. A

ou é o U. D. A

ou é o I. R. A. ?

Eu pensei que fosse o Reino Unido ou apenas

um outro país

Outra propriedade do Conselho

Eu quero ser a Anarquia

E eu quero ser a Anarquia

Oh, Que nome

Eu quero ser um Anarquista

Ficar bravo, destruir!

Gostou? Conheça mais Música&Trabalho Aqui

 

Comentários



ÚLTIMAS DE

Música e Trabalho

Visão geral do acervo

Arquivo

Centro de Memória Sindical – Arranjo do Acervo

VER MATÉRIA

Arquivo – Sindicatos

Arquivo

Catálogo de coleções de sindicatos, acondicionadas em caixas contendo documentos em papel de variadas tipologias. Documentos de datas esparsas entre as décadas de 1930 e...

VER MATÉRIA

Fotos históricas

Documentos Históricos

  As fotos estão em ordem cronológica Remo Forli e Conrado Del Papa, no lançamento da pedra fundamental da sub-sede de Osasco do Sindicato dos Metalúrgicos...

VER MATÉRIA

Jornais

Arquivoc

Catálogo de coleções de jornais. Jornais de datas esparsas entre as décadas de 1920 e 2010. Acondicionamento em pastas.

VER MATÉRIA

Música e Trabalho

PLAYLIST SPOTIFY MEMÓRIA SINDICAL

Show Buttons
Hide Buttons