O espantalho (Scarecrow)

por Memória Sindical. 02 maio 2012 . 12:25

O espantalho não assusta. Provoca risos e pena nos corvos. Esta é a tese na qual se assenta o filme “O espantalho”.

FONTE: Carolina Maria Ruy

oespantalho

O espantalho (Scarecrow)
EUA, 1973
Jerry Schatzberg
Com Gene Hackman, Al Pacino, Dorothy Tristan e Ann Wedgeworth

Por obra do acaso dois andarilhos se encontram. Max (Gene Hackman), um homem durão, esquentado, que foi preso várias vezes devido ao seu temperamento difícil e Lion (Al Pacino), o infantil, irresponsável e negligente. Eles são excepcionalmente comuns. Homens que se viram, que topam qualquer trabalho, que vivem de “bicos”. E que tem sonhos e ambições.
A supremacia da indústria automobilística no início dos anos de 1970 faz com que prevaleçam os trabalhos ligados a este ramo. A economia de carros dá o tom da paisagem dura e poluída.
Não é à toa que o grande projeto de Max é construir um lava-rápido e tornar-se um empresário em prestação de serviços.
Mas, o filme os associa à imagem triste do espantalho. Desempregados e “informais” Max e Lion são o retrato da marginalização provocada por um sistema que não abrange e ao mesmo tempo não liberta. “O Espantalho”, desta forma, retrata a condição do trabalhador, sua alienação inerente e sua constante busca por si mesmo.
Os dois amigos compartilham de uma realidade fragmentada, cultivando pedaços de vida, de percepção e de mundo. Mas esses homens guardam dentro de si sentimentos e valores íntegros e invioláveis. Ao mesmo tempo engraçado e comovente “O Espantalho” nos faz parar para prestar atenção em um mundo que pode estar em nossa volta.

Comentários



ÚLTIMAS DE

Dicas de Filmes

Vote pra valer! Não desperdice o seu direito conquistado

Apostilas de Formação

A descrença com a política é compreensível frente à flagrantes de corrupção, de mau uso do patrimônio público e da precária oferta de serviços e...

VER MATÉRIA

Visão geral do acervo

Arquivo

Centro de Memória Sindical – Arranjo do Acervo

VER MATÉRIA

Depoimento de Newton Candido

Histórias de Vida

Newton Candido foi diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Caetano e assessor do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo. Realizado em 15/04/1989 por...

VER MATÉRIA

Transcrição da entrevista com Joaquim dos Santos Andrade no Roda Viva

Histórias de Vida

VER MATÉRIA

Sindicato dos Professores de São Paulo promove debate e exposição sobre a Revolução Russa

Cultura

Acontecimento de importância decisiva no mundo contemporâneo, a Revolução Russa construiu e destruiu utopias e mudou as referências políticas e ideológicas da nossa era. Sua...

VER MATÉRIA

Música e Trabalho

PLAYLIST SPOTIFY MEMÓRIA SINDICAL